.

.

FAÇA PARTE



Objetivos

Bem vindo ao meu BLOG, aqui falo dos mais diversos assuntos e temas referentes a minha área de atuação... tais como:

Artes Marciais, em especial do Kung Fu Wing Chun, de maneira informativa, através de artigos, curiosidades, etc...

Também sobre os mais diversos temas relacionados a Educação Física e Saúde em geral, que estão dentro da minha formação acadêmica...

Ainda mais, informações e super dicas sobre tudo que eu gosto e curto fazer...

Para o efeito, trago no BLOG informações práticas tais: como teoria, técnicas, treinamentos, endereço da minha academia, possíveis parcerias, etc. Aqui o leitor poderá contatar-me através do meu E-mail/Messenger: jocerlan23@hotmail.com ou pelo Fone: (82) 98828-4386.

LEIA SOBRE MINHA HISTÓRIA NO WING CHUN



domingo, 28 de agosto de 2011

Professor Artes Marciais - A Importância do Conhecimento

Bem pessoal, eu na condição de professor de artes marciais e graduado em educação física sempre trato de assuntos relevantes ao bem estar físico do público em geral, sempre trazendo a mostra num veiculo diferenciado, nesse caso um blog sobre artes marciais, temas diversos na expectativa que os então interessados em artes marciais, no caso desse blog em especifico o KUNG FU, estilo no qual prático a muitos anos e continuo a praticar, e também no qual a pouco tempo leciono dentro da minha formação, sempre visando unir a questão da luta com a questão da melhoria da qualidade de vida através da atividade física.

Acreditando que um professor de arte marcial por natureza tem que ser um estudioso de diversas áreas, onde uma das mais importantes é o entendimento do corpo e suas qualidades e também possíveis limitações para assim buscar de forma lógica o aperfeiçoamento do aluno sem por em risco sua integridade física, não defendendo assim que um professor ou mestre de artes marciais deva ser um educador físico de formação superior, mas que esse mesmo tenha no mínimo um entendimento comprovado (cursos, seminários, workshops, etc).

Os profissionais dessa área, no caso, artes marciais, levando em conta uma utopia pessoal que todos que ensinam artes marciais é um profissional do que tenta ensinar, deveria ao menos durante uma aula separar 5 a 10 minutes para tratar de assuntos referentes não apenas a artes de lutar, mas também sobre como seu aluno poderia maximizar os benefícios da atividade física para seu corpo ensinando-o que a pratica de alguns exercícios ajudam a fortalecer determinado músculo e um hábito saudável pode aumentar sua expectativa de uma vida mais duradoura, incentivado-o também a pesquisar sobre temas diversos de saúde (diabetes, hipertensão, etc) para que o mesmo possa de forma preventiva cuidar de si e dos seus parentes e amigos, ensinando-os que uma mudança de hábito pode tornar a vida muito mais feliz, deixando claro para todos também que ao praticar uma arte marcial o mesmo não aprenderá apenas a se defender ou lutar, mas também a viver melhor.

Quantas vezes não me deparei em meu ambiente de trabalho com pessoas que acham que pelo fato de eu ser um educador físico, área ligada diretamente a saúde, com as mais diversas dúvidas sobre uma dor ou um aconselhamento sobre um sintoma que a mesma sinta naquele momento ou que sentiu em outro, o que me deixa feliz, ao ver que na minha área sou diferente, afinal quantas pessoas perguntam para um professor de matemática como melhorar ou aliviar uma dor de qualquer espécie?!
E causa espanto maior quando também digo que sou professor de artes marciais, em especial KUNG FU o que gera maior confiança para essas pessoas procurarem minha academia em busca de aprender mais sobre si através de uma luta, algo que faço questão de fazer durante minhas aulas, pois não me limito a apenas mandar os alunos a fazerem movimentos repetitivos, como também uso o tempo que eles estão se movimentando para explicar assuntos relacionados ao exercício, já perdi até a conta de quantas vezes repito sobre o funcionamento de um músculo, sistema energético predominante na atividade, ou até mesmo sobre conseqüências de uma lesão causada em determinado local pelo golpe, explicando a importância de saber onde vai bater por exemplo.

Para mim é gratificante ver meus alunos aprenderem não apenas sobre luta, ou adquirirem resistência física, mas também aprenderem sobre si mesmo, e assim sendo merecedor verdadeiramente do titulo de professor.

Jocerlan Brandão