.

.

FAÇA PARTE



Objetivos

Bem vindo ao meu BLOG, aqui falo dos mais diversos assuntos e temas referentes a minha área de atuação... tais como:

Artes Marciais, em especial do Kung Fu Wing Chun, de maneira informativa, através de artigos, curiosidades, etc...

Também sobre os mais diversos temas relacionados a Educação Física e Saúde em geral, que estão dentro da minha formação acadêmica...

Ainda mais, informações e super dicas sobre tudo que eu gosto e curto fazer...

Para o efeito, trago no BLOG informações práticas tais: como teoria, técnicas, treinamentos, endereço da minha academia, possíveis parcerias, etc. Aqui o leitor poderá contatar-me através do meu E-mail/Messenger: jocerlan23@hotmail.com ou pelo Fone: (82) 98828-4386.

LEIA SOBRE MINHA HISTÓRIA NO WING CHUN



domingo, 2 de maio de 2010

Qi Gong (Chi Kung) Parte 1

Artes corporais chinesas

Os povos antigos dançavam, cantavam e se nutriam da natureza, estabelecendo um contato direto com ela. Dessa relação é que vinha toda a sabedoria desses povos que dessa forma tentavam viver em harmonia uns com os outros e com todos os seres que aqui habitavam.
Entretanto alguns homens começaram a se afastar do seu estado natural começando um ciclo de desordem. O ser humano tem poder para unificar as energias que habitam o céu e que habitam a terra, e desta forma causar uma transformação dessas duas energias, quanto mais distante do seu estado natural, mais caos será gerado.

O caos nada mais é do que uma manifestação da natureza (representado pelos chineses na forma de Yin Yang), toda vez que algo está fora de seu estado natural, algo acontece para tentar restabelecer o equilíbrio.

As artes corporais mais conhecidas nos dias de hoje e a cultura chinesa surgem ao mesmo tempo e originam-se dessa vivência do ser humano e da relação que ele estabeleceu com a natureza.
Os fundamentos foram estabelecidos na era dos três imperadores lendários (2852-2205 a.C.), e a tradição oral se encarregou de transmitir e desenvolver práticas corporais baseadas nestes fundamentos. Na dinastia de Primavera/Outono, iniciada em 770 a.C., começa um esforço dos mestres e médicos, na compilação e síntese dos conhecimentos relativos à cura, bem estar, prevenção de doenças e práticas existentes até aquela época.
O resultado desta síntese é o clássico “Tratado de Medicina do Imperador Amarelo” o qual foi concluído na dinastia Han (206-220 a.C.). Este livro clássico da Medicina Tradicional Chinesa destaca a função das práticas corporais na prevenção e recuperação de doenças, e, na manutenção de uma vida saudável e duradoura.

Assim surge o que nos dias de hoje chamamos de QiGong.

O que é Chi ou Qi?

As células do corpo humano basicamente necessitam para se manter e fazer suas reações de glicose + 602 que reagem e produzem 6H2O + 2CO2. Nessa reação existe a liberação de 686 Kcal e esse calor que é liberado cria em nosso corpo um sistema bioelétrico, que os chineses chamam de Qi.

Esse calor circula no corpo e fora dele e aquece nosso corpo. É justamente pelo Qi ser produzido por essa reação química que ele acompanha também a circulação de oxigênio do corpo, que é carregado pelo sangue.

Esse sistema bioenergético é o que colabora e ajuda nas sinapses das células nervosas ao longo do corpo, carregando as informações de como nosso corpo se sente e do que necessita até o cérebro. Quanto mais Qi circulando no corpo, maior o nível de percepção corporal e de quais são suas carências. Quanto mais energia nosso corpo tem, menos reações ele precisa fazer, e mais fácil é evitar doenças e qualquer tipo de mal estar.

Em chinês antigo o ideograma Chi era formado por duas palavras: o nada acima do fogo, “sem fogo”. Os antigos praticantes das artes de manipulação de energia (ainda não chamado de Chi Kung ou Qi Gong) procuravam equilibrar dentro do seu corpo o Qi Yin e o Qi Yang evitando assim que seus órgãos pegassem fogo ou ficassem muito frios. Acreditavam que cada órgão tinha uma quantidade exata de energia para funcionar bem, então começaram a buscar o estado de “sem fogo”, que é o alcance dessa quantidade exata de energia.

O que é Chi Kung ou Qi Gong?

Chi Kung é a arte de manifestar, manipular e dominar energia e que, em tradução literal significa “trabalho com o sopro ou calor da vida”. Um dos principais objetivos do Chi Kung é desenvolver o autoconhecimento, tornando o praticante capaz de evitar e curar doenças e desenvolver algumas habilidades especiais. O termo Chi Kung é relativamente recente e começou a ser utilizado somente em meados do século XX, sendo atualmente uma referência a múltiplos exercícios e sistemas de meditação com intenção de desenvolver “força” (física, energética, mental e espiritual), e também para fins terapêuticos, utilizando a energia que circula pelo corpo, conhecida como Chi ou Qi.

Kung (Gong) quer dizer trabalho, esforço, alguma forma de desenvolvimento. Sendo assim: Chi Kung (Qi Gong): trabalho com a energia Qi.

Assim, a correta definição de Chi Kung é: "Qualquer treinamento ou estudo relativo ao Chi que requeira tempo e esforço”.


Um comentário:

  1. Eu modifiquei um pouco o texto, tinham algumas coisas incompletas, gostaria de uma versão mais atualizada?

    http://www.4shared.com/document/7qieb6uB/Curso_de_formao_de_instrutores.html

    aqui está a apostila inteira

    ResponderExcluir